AS CARACTERÍSTICAS QUIMIOPREVENTIVAS DO ABACATE

19/07/2011

O fitosterol presente no abacate pertence a uma classe de substâncias de origem vegetal cuja estrutura é muito semelhante a do colesterol.Os fitosteróis inibem o câncer pela redução do colesterol sanguíneo, já que o aumento do colesterol na membrana das células está associada com a redução de apoptose(morte) de células cancerígenas.Esta evidência suporta fortemente a ação anticarcinogênica dos fitosteróis e aumenta a sua indicação no plano dietético como importante estratégia na prevenção e tratamento do câncer.
A suplementação de beta-sitosterol, mostrou uma melhora significante nos sintomas clínicos de hiperplasia da próstata em humanos; esta desordem é comum entre homens mais velhos e resulta na restrição do fluxo urinário e poliúria.
Em uma revisão realizada por Woyengo em 2009, concluiu-se que os fitosteróis bloqueiam o desenvolvimento de vários tipos de câncer, principalmente por inibir o crescimento e promover apoptose de células cancerígenas por ativação de caspases, enzimas que quando ativadas, levam ao processo de destruição do citoplasma celular, induzindo a célula à morte.
A incorporação dos fitosteróis na membrana de células potencialmente carcinogênicas resulta na mudança da estrutura e função das células e estas modificações aumentam a atividade de proteínas envolvidas no caminho de transdução de sinal intra e extracelular, que ativa a cascata das enzimas caspases.
O abacate é uma das mais ricas fontes de luteína dietética entre as frutas comumente consumidas, além de possuir outros carotenóides e tocoferóis.
No entanto, os efeitos de múltiplas substâncias bioativas no abacate não podem ser reproduzidos por luteína purificada, sugerindo que múltiplas substâncias bioativas lipossolúveis podem interagir para produzir os efeitos observados.Um aspecto importante é que pelo fato do abacate conter uma significativa quantidade de gordura monoinsaturada, estes carotenóides bioativos são mais facilmente absorvidos e transportados para a corrente sanguínea onde, em combinação com outros fitoquímicos derivados da dieta, podem contribuir para significativa redução de risco de câncer associado a uma dieta rica em frutas e hortaliças.

Fonte-Revista Nutrição Saúde e Performance-Ano 10-Edição 43.