GLÚTEN E INDIVIDUALIDADE BIOQUÍMICA

03/03/2011

O conceito de individualidade bioquímica vem sendo recentemente estudado pela importância do entendimento da grande variedade de distúrbios que afetam a saúde humana. Dentre as características individuais esta a possibilidade da presença de reações adversas aos alimentos, como as hipersensibilidades alimentares que se manifestam de forma diferente em cada organismo.

Um dos alimentos causadores de hipersensibilidade alimentar é o trigo, entre outros alimentos que apresentam glúten, sendo que a restrição do glúten já foi estudada em uma série de distúrbios, dentre eles na doença celíaca, na alergia ao trigo, na síndrome do glúten, em distúrbios da tireióde, diabetes tipo 1, nefropatias.

As principais reações adversas ao glúten podem causar sintomas como flatulência, dor abdominal, diarréia, fadiga, dor articular, náuseas, síndrome da fadiga crônica, asma, deficiência nutricional, estresse, gastrite, esofagite, distúrbios hepáticos, distúrbios da tireóide, das articulações e neurológicos.

Portanto é preciso uma avaliação criteriosa e individual a fim de evitar restrições desnecessárias ou condutas generalizadas.

Fonte:Revista Brasileira de Nutrição Funcional,
Ano-11-Edição n*47-Dezembro de 2010.